Balé-da-Cidade-de-São-Paulo

(2013) Divinéia

Balé da Cidade de São Paulo – 2001

Divinéia é o nome dado pelos presidiários da Casa de Detenção de São Paulo ao pátio amplo, em forma de funil, onde fica a sala de revista corporal. Antes do acesso aos pavilhões, é preciso levantar os braços diante dos revistadores. A partir dessa descrição, procura-se mostrar no palco a convivência entre homens encarcerados, utilizando para isso uma fusão entre técnicas de dança contemporãnea, artes marciais e as várias culturas coesistentes no universo prisional”.

Mais do que a constrangedora realidade presidiária, o que se manifesta é um pulsar de um mundo menino, as várzeas alagadas, transformadas em campos de futebol, do grande Recife onde Jorge viveu sua infância.

 

Ficha Técnica

Concepção e Coreografia: Jorge Garcia

Ensaiador: Marisa Bucoff

Elenco: Jorge Garcia, Willy Helm, Henrique Lima, Fernando Martins, Edson Fernandes, Jerônimo Bitttencourt e Alexandre Magno

Música: Colagem musical sobre temas de Suba, Cordel do Fogo Encantado, Finley Quaye e DJ Dolores

Cenário e figurino: Jorge Garcia

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *