um-conto-idiota

(2007) Um conto idiota

“Onde está o respeitável público?
E o palhaço o que é?
Quem é o idiota neste jogo?
Jogo da vida, Jogo da morte, ser honesto,
ser ético, ou viemos aqui para vencer a
todo custo?
Levar vantagem, sempre chegar na frente,
seguir a lei de Gerson como Bíblia e
andar com tapadeiras
enxergando seu próprio sucesso?
O circo da vida, o circo da morte.
Quem está por cima, quem anda na corda
bamba, quem pula e faz firula?
Quem sonha com os olhos abertos e fecha
os vidros pra não levar um tiro?
Quem promete e não cumpre, quem fala
mais do que ouve, quem vive dançando,
fazendo festa, balançando o rabo,
querendo aparecer em noticiário a
qualquer preço?
E o respeitável público onde está?
E quem é o idiota, quem se faz de idiota,
quem faz os outros de idiotas?
Lutar sim sempre, mas as
armas são iguais?
O jogo está aí.
Seu corpo está aí.
A vida está aí.
As regras estão aí.
Seus sonhos estão aí.
A morte está aí…”
(Jorge Garcia)

Inspirado no universo dos palhaços do início do século XX e do cinema mudo, Um Conto Idiota é um espetáculo onde a simplicidade dos gestos, das ações minimalistas e dos sentimentos são a tônica da abordagem.

Corpos presentes, atentos, vivos, atuantes.

Artistas que criam, trocam, se envolvem e se misturam com as próprias criações.

Bailarinos que atuam, que são personagens, que veem e são vistos sem a intenção de querer, mas apenas ser.

Bocas que se abrem e não cerram os olhos.

 

Ficha Técnica

Direção e Coreografia: Jorge Garcia

Assistente de Coreografia: Clarice Lima

Intérpretes Criadores: Alexandre Magno, Amanda Raimundo, André Graça, Beto Amorim, Natália Mendonça, Natasha Vergílio, Martina Sarantopoulos e Patrícia Bergantin

Trilha Sonora: Aguinaldo Bueno

Design de Luz: Ari Buccioni

Cenário: Fábio Marcoff

Figurino: Danúbia Costa

Produção Executiva: Bufa Produções – Aline Grisa

Design Gráfico: Sonaly Macedo

Registro Fotográfico: Silvia Machado

Registro de Vídeo: Osmar Zampieri

Duração: 75′

Classificação: 16 anos

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *